sc logo

P1260497
A Associação de Pais e Educandos da Fundação Catarinense de Educação Especial (APE-FCEE) foi recebida nesta terça-feira (16/11) pela presidente da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), Janice Krasniak, que apresentou um relatório das iniciativas realizadas desde o início da atual gestão, em junho deste ano, e os projetos previstos para 2022. O encontro ocorreu no auditório do campus, em São José, e contou a participação de cerca de 50 pais e mães de educandos da FCEE.

Na pauta, prestação de contas e informações sobre a construção do novo prédio da FCEE, que vai custar mais de R$ 26 milhões e vai abrigar seis Centros de Atendimento, além das ações necessárias para não prejudicar os atendimentos aos educandos durante o período de obras no campus, que também passará por melhoria estrutural em outros prédios, como na área administrativa e no ginásio, orçada em R$ 10 milhões.

Durante o encontro, a presidente também lembrou da aquisição de equipamentos tecnológicos como computadores, notebooks e televisores, realizada para complementar a modernização do campus e, consequentemente, melhorar a qualidade no atendimento às pessoas com deficiência. “No governo Carlos Moisés, a educação especial está recebendo a atenção merecida. Mais de 600 projetos foram enviados por 250 instituições especializadas em Educação Especial de Santa Catarina, que receberão um investimento total de mais de R$ 200 milhões, que serão utilizados em reformas, ampliações e construções de sedes, compra de equipamentos e veículos, entre outras ações de infraestrutura. Com a estruturação da rede de atendimento, é possível referenciar os educandos para as entidades mais próximas de sua casa e aproveitar as vagas do campus para alunos que moram na região”, ressaltou Janice, que complementou “Também conseguimos, com o governo do Estado, R$ 4 milhões para a ampliação do serviço de Equoterapia na unidade da PMSC de São José e nas entidades conveniadas”, concluiu.

A reunião foi concluída com o anúncio de repasse de R$ 150 mil para a Associação de Pais e Educandos, por meio de emenda parlamentar; a terceirização para melhora da frota de veículos de transporte de educandos; e uma pesquisa sobre a utilização de uniforme para identificação de educandos, principalmente no período de obras no campus.

Além do grupo de mães e da presidente da FCEE, participaram da reunião o diretor administrativo, Edilson Godinho, a diretora de Ensino, Pesquisa e Extensão, Jeane Probst Leite, e a engenheira contratada para acompanhamento técnico das obras, Carolina Livi.

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: FCEE | Acesso restrito