Foto de corredor com longarinas, três pessoas sentadas com distanciamento entre elas.
Teve início nesta segunda-feira (03/05), no campus da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), em São José, mais um mutirão de atendimento para entrega e moldagem de próteses oculares para cerca de 50 pacientes de todo o Estado. O atendimento é realizado pelo O Serviço de Reabilitação Visual e Adaptação de Prótese Ocular (SRV/SAPRO) da FCEE, que já realizou mais de cinco mil atendimentos desde 2005, e atende todos os municípios do Estado de Santa Catarina. A Fundação é o único local do Estado que presta este serviço gratuitamente.


Segundo explica a optometrista Mariana Mattos, responsável pela Adaptação de Próteses Oculares, a entrega das próteses é realizada em etapas, já que o produto é feito sob medida de acordo com a anatomia da cavidade ocular e a estética do outro olho.


Entre os pacientes atendidos nesta segunda-feira, está o menino Pedro Henrique Bertoti, de 6 anos, que recebeu uma nova prótese. O menino, que usa prótese no olho direito devido a uma má formação congênita, veio de Joinville com a família para receber o atendimento na Fundação.


O presidente da FCEE, Rubens Feijó, salienta que o mutirão de atendimento segue todos os protocolos de segurança devido à pandemia do coronavírus. “O mutirão segue até a próxima quarta-feira (05/05) com atendimentos pré agendados e divididos por turnos, para evitar aglomeração”, esclarece.


O uso de próteses oculares é indicado para pessoas que tiveram algum trauma, doença ou nasceram com alguma anomalia que modificou a aparência do globo ocular ou precisaram fazer a retirada total ou parte dele. Um dos principais objetivos das próteses é recuperar o volume orbitário prevenindo o colapso e a deformidade palpebral, preservando a simetria e estética facial, melhorando de forma significativa a autoestima do usuário, além de proteger a cavidade ocular contra possíveis agentes externos.



O Serviço de Reabilitação Visual e Adaptação de Prótese Ocular (SRV/SAPRO) da FCEE presta atendimento ambulatorial a pessoas com deficiência visual, perdas ou atrofias oculares, residentes em Santa Catarina e que, mediante avaliação médica, são elegíveis para reabilitação visual ou adaptação de prótese ocular no Centro de Apoio Pedagógico e Atendimento às Pessoas com Deficiência Visual (CAP). Mais informações no link https://www.fcee.sc.gov.br/index.php/informacoes/servicos-fcee/servico-de-reabilitacao-visual-e-adaptacao-de-protese-ocular-srv

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: FCEE | Acesso restrito