sc logo


Tradução em LibrasApós dois anos em formato virtual, a 11º edição do Encontro Catarinense de Capoeira Especial retornou ao formato presencial. O evento ocorreu nesta quinta-feira, 17/11, em Brusque e reuniu cerca de 250 pessoas com deficiência. O Encontro, promovido pela Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) e pela Apae de Brusque, contou com a participação de educandos de diversas instituições da região e foi marcado pela emoção do reencontro presencial.

Confira a Galeria de Fotos do Encontro neste link

A programação teve início pela manhã na Arena Multiuso do município e contou com a presença do vice-prefeito de Brusque, pastor Gilmar Doerner, que deu as boas-vindas aos participantes e falou da importância da cidade sediar o encontro. “É uma grande alegria recepcionarmos esse público, tanto aqui na Arena como na Apae. Sem dúvida é um privilégio termos esse evento na nossa cidade, que é tão acolhedora, e vimos a alegria e entusiasmo dos participantes em estarem aqui”, considerou.

Também presente na cerimônia de abertura, o coordenador do Centro de Educação Física da FCEE e idealizador do evento, Fernando Bueno (Tuti), relembrou a trajetória do Encontro, que surgiu em 2012, após uma pesquisa feita entre as Apaes conveniadas com a Fundação. Na época, cerca de dez delas promoviam aulas de Capoeira, daí a iniciativa de realizar um encontro presencial. Os dois primeiros eventos foram na sede da FCEE, em Florianópolis, e nas edições seguintes, o mesmo passou a ser realizado de forma itinerante. “Este é um momento bem simbólico, em especial, após dois anos voltarmos a nos encontrar pessoalmente. Todos estavam ansiosos, porque aqui eles fazem amizades entre pessoas de diferentes cidades. E nesse sentido, a Capoeira demonstra como é uma ferramenta de inclusão social, não só pela possibilidade do movimento físico por quem tem alguma limitação, mas também pela parte cultural, pelo lado histórico, em mostrar que ela é também um instrumento educacional fantástico, por isso é considerada um patrimônio cultural da humanidade. Agradecemos pelo apoio da Apae de Brusque que está sempre de portas abertas e a todos que contribuíram para esse evento, que só acontece de forma conjunta”, enalteceu.

No período da tarde, o encontro foi realizado na sede da Apae de Brusque com diversas práticas e rodas de Capoeira. Em nome da instituição, anfitriã do evento, o presidente Renato Roda destacou a satisfação da entidade, em mais uma vez, sediar o encontro estadual e poder recepcionar tantas pessoas especiais unidas em um bem comum. “Só quem presenciou este momento ou quem acompanha uma roda de capoeira com pessoas especiais sabe o amor que se sente, por quem se dedica e participa dessa prática. Esperamos dois anos por esse encontro, e essa retomada faz com que a Apae de Brusque também seja protagonista novamente, não só como a primeira Apae de Santa Catarina, mas também em outros projetos e ações. Agradecemos a todos pela presença e ficamos muito felizes pela realização desse evento”, pontuou.

Participaram do encontro integrantes e alunos da Fundação Catarinense de Educação Especial; Apae de Brusque; Apae de Biguaçu; Apae de Governador Celso Ramos; Apae de Camboriú e Apae de Itapema. Ao final do encontro todos os integrantes ganharam medalhas pela participação.

Criado em 2012 pela FCEE e com formato itinerante, o Encontro Catarinense de Capoeira
Especial já foi realizado em diversas cidades de Santa Catarina, como São José, Brusque,
Nova Veneza, Governador Celso Ramos, Biguaçu e Camboriú.

(Com informações do site da Apae de Brusque)

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: FCEE | Acesso restrito